*


MEUS BLOGS NÃO TEM FINS LUCRATIVOS.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Sinta


Sinta

Deita seu sorriso em meu peito
Apenas deite
Pois essas estrelas em forma de borboleta querem pousar

Permita que pouse
Olhe em meus olhos e diga
Não se esconda
Não minta
Apenas sinta

Descubra o amor puro
O qual te ofereço não só por palavras
Não que isso seja uma promessa
Mas apenas o que meu coração quer te dar

E te quero hoje
Amanhã
Sempre

Vou te fazer feliz
Por estar ao seu lado
Por isso não tenha medo
Apenas diga
Não se esconda
Não minta
Apenas sinta

Apenas diga

Deixe o medo de lado
Os pesadelos do passado
Pois os sonhos chegaram
Trazendo na bagagem esperança

Esperança que nunca perdemos
Por saber que o amor pode tudo
Quando reconhecemos que somos pequenos

Por isso peço que olhe aquela pequena nuvem
A qual diz sem dizer por sabe o que veio trazer
E não importa se é pequena
Pois nossos corações também são
E quanto amor cabe na verdadeira paixão

E se choro quando te vejo
Sorrio quando te beijo
É porque não me escondo
Não minto
Apenas digo

Eu sinto.

Autor: Anderson Gouvêa

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Meu amor e a brisa


Meu amor e a brisa

A brisa do vento beija-me o rosto 
nela, o sussurro tem o som tua voz
perturba-me
Tentando decifrar o meu pensamento
por algum momento, chega a me tocar
quebrando a inquietude do momento
invadindo o meu silêncio fazendo me 
lembrar.
O teu jeito, o teu cheiro, os teus beijos
a tua mão suave acariciando o meu rosto 
e você dizendo me amar.
E mesmo distantes nossos corpos se desejam
estendo os meus braços imaginários e te trago
até mim deito-a em meu braço.
Num abraço apertado eu sussurro
Obrigado por existir 
aperto-a mim e começo a falar de amor
E digo-lhe que a amo de forma tão imensa, 
tão intensa que chega doer.
Amo-a como a flor ama o perfume 
que ela própria produz
Como as palavras amam as poesias,
Te amo no amanhecer de cada dia.
Ah, eu te amo mais que muito, 
eu amo te amar.
  ___Joe Luigi

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

INCERTEZA



INCERTEZA

Como não querer...
Se esse amor é tudo.
Fico pensando e não entendo.
Como viver sem você?
Sonhar com essa relação,
Alivia meu coração,
Enche-me de emoção.
Quanto tempo vivo,
Nessa ânsia louca,
Com essa incerteza incontida!
Meus dias de tristeza,
Transformam-se em alegria.
Quando meus olhos,
Cruzam com os seus,
Percebo o desejo de querer.
Meu coração em descompasso,
Insinua que passo a passo.
Sem perder a esperança,
Esse amor quase criança,
Toma forma de futuro.
Por isso meu amor.
Eu juro...
Nessa vida, só penso em você.

Rubens Corazza

domingo, 12 de outubro de 2014

Sexo e amor



Sexo e amor

Amor não se faz. É sentimento em cartaz
É necessidade da alma. É paz que acalma.
Sexo, tão somente ação, ligada a excitação.
Do corpo a necessidade. Além da afinidade.

Amor é sentimento. Essência sem lamento
É a maior emoção. Cerne da vida, extensão.
Sexo é toque carnal. É estimulação visual
É jogo de sedução. É demência, é piração.

Amor é incondicional, é simples, é natural.
Sexo é desejo, imaginação insana do beijo.
Amor e sexo. Um é sentido, outro é reflexo.

Sexo e amor, conectados no mesmo calor.
Ação e sentimento, prazer, consentimento.
Fato, sexo feito sentindo o amor é perfeito.

ღRaquel Ordonesღ
Uberlândia MG

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Cuide de mim



Cuide de mim

Se por acaso me encontrar pensativa
Nada questione, mas fique por perto.
É que eu posso precisar; e faz-me viva.
Cuide de mim com seu coração aberto.

Se me encontrar com sintoma abatido
É natural, nem tudo é um mar de rosa.
Não se preocupe, nem fique ofendido.
Não é com você essa origem chorosa.

Se me encontrar a sorrir cuide de mim
Às vezes nesse minuto não esteja bem
Aparências? Essas enganam também!

E mesmo se não me encontrar, enfim.
Fique de olho e deixe a sua alma me lê.
Cuide de mim e me deixe cuidar de você.

ღRaquel Ordonesღ
Uberlândia MG

domingo, 28 de setembro de 2014

"Meu grito abafado pela sensação de surdez




Meu grito abafado pela sensação de surdez

Por mais alto que eu fale de nada adianta
Porque meu coração esta mudo, surdo
Ele não quer falar ele quer se ausentar 
Quer ficar num canto sem encanto
Pois a vida é assim
Só ouvira o seu grito quando for sussurrado
Só sentirá quando for verdadeiro
Pode parecer loucura, mas não é...
Meu coração quer descansar
Quer um canto aconchegante
Para se aninhar e sonhar...
Ah! Esse meu grito
Que só eu ouço
Que só eu sinto
Que preciso saber que existo

Elaine Coletti"

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Encanta-me...outra vez!



Encanta-me...outra vez!

Tu habitavas dentro das correntes de paixões
Dentro de minha alma e do meu coração...
Hoje... Jaz em minhas lembranças...
numa brisa cujo nome de um anjo é o teu...

Tu foste o mais doce segredo que guardo
Entre as minhas mais lindas joias...
E no brilho de meus olhos...
Que sempre reflete magicamente
- eu te amo –

Não quero esquecer aqueles momentos... e a saudade
Tortura meus dias...,

Fecho meus olhos
À luz do luar... Fico a recordar
Por favor... Encanta-me... Outra vez!

celina vasques

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Meu amor...




Meu amor...

Quando eu não suporto mais viver a tua ausência 
eu abraço apertado os vazios de você em mim.
E você volta como uma canção de amor,
acariciando o meu coração entristecido e vazio. 
Você chega sempre num dia frio de setembro, 
vem quase junto com a primavera... 
nas mãos traz o Sol, 
para alegrar os meus dias e as noites frias,
enfeitando a minha vida com lindas poesias 
e acabar com o inverno dentro e fora de mim.
Aconchega-me em seu colo, o meu cansaço 
de caminhar de pés descalços
quando ansioso eu te busco entre os meus
pensamentos e na solidão árida dos desertos
meus.
Você ensina-me o que é amar e ser feliz.
Hoje, te digo que:
Com você, eu troco as cores de minha vida
faço do cinzento solitário, o multicolorido
você que quebra o gelo do meu coração.
Por tudo isto, eu te amo e te amo mais que muito, 
eu te demais.


____Joe Luigi