*


MEUS BLOGS NÃO TEM FINS LUCRATIVOS.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Meu amor...




Meu amor...

Quando eu não suporto mais viver a tua ausência 
eu abraço apertado os vazios de você em mim.
E você volta como uma canção de amor,
acariciando o meu coração entristecido e vazio. 
Você chega sempre num dia frio de setembro, 
vem quase junto com a primavera... 
nas mãos traz o Sol, 
para alegrar os meus dias e as noites frias,
enfeitando a minha vida com lindas poesias 
e acabar com o inverno dentro e fora de mim.
Aconchega-me em seu colo, o meu cansaço 
de caminhar de pés descalços
quando ansioso eu te busco entre os meus
pensamentos e na solidão árida dos desertos
meus.
Você ensina-me o que é amar e ser feliz.
Hoje, te digo que:
Com você, eu troco as cores de minha vida
faço do cinzento solitário, o multicolorido
você que quebra o gelo do meu coração.
Por tudo isto, eu te amo e te amo mais que muito, 
eu te demais.


____Joe Luigi

domingo, 14 de setembro de 2014

Intrepidez dos sonhos....




Intrepidez dos sonhos....

Sonhos duplos
itinerantes
sonhos tristes
angustiantes
sonhos roubados
gotejantes
sonhos amados
extasiantes

E qualquer sonho
vale a pena
como ponto fincado
no infinito
há de se apenas
encarcerar a cena
gritar ao vácuo
trancar num vidro

Embrulha o sonho
carrega contigo
voa amparado
agarrado em riste
pois dele tu vives
ligado num umbigo
e é em tua coragem
que teu sonho existe...


Ka Santos

sábado, 30 de agosto de 2014

Toma-me...



Toma-me...

Toca-me na lembrança...
Sob esta vidraça molhada pela chuva...
E esta saudade constante... Em pedaços...
Sem palavras... Nem murmúrios...

Debruço-me na janela lanço-me nas caricaturas
Dos pingos que escorrem... Inquieta...
Na mesma paisagem... Viajo
Numa estrela qual um devaneio, uma fantasia...

Toma-me...
Embriaga-me com tuas palavras...
Mostra-me todos os mistérios de
Teu corpo... E do teu coração...
Faz do meu corpo abrigo do teu...
Faz-me terra... Sedenta de sol e ar...

Toma-me amor... Toma-me!

celina vasques

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

EU PRECISO!



EU PRECISO!

Eu preciso que tua ausência
deixe-me respirar alguma fragrância
que não seja a tua!

Eu preciso escrever teu nome
em meus versos
traçar teu perfil exato
- para que saibas -
jogar todos os meus versos ao vento
para que cheguem até a ti!

Eu preciso sentir
que mesmo algum dia
- que não seja hoje -
mas numa tarde linda de primavera
tu possas descobrir quem tanto
te amou!

Eu preciso chorar baixinho
para que não me escutes agora e
essas lágrimas inúteis não
te venham
a aborrecer...

Eu preciso esconder-me
nas noites frias
antes que já chegue esse dia
e o alvor da manhã
revele esse grande amor!

Eu preciso que quando a ti
for revelado
e o sol romper as nuvens
eu seja apenas uma saudade...
que o vendaval e a poeira levou!

celina vasques  

terça-feira, 12 de agosto de 2014

POR ONDE ANDAS AMOR?



 

Devaneios...
pálida imagem dos meus sonhos.
Alguém ou uma cena ardentemente desejada?
Nebulosa imagem!
Será você?
Por onde andas Amor?
Encontra-se distante do meu olhar,
mas sentido na melhor parte de mim.
Por onde andas amor?
Encanto que me faz sonhar,
à noite, nas estrelas te procurar
Certamente é você...
que possui meus pensamentos,
personagem principal das minhas histórias.
Certamente é você... 
que a cada instante 
está em minha emoção,
como razão para eu viver.
Na Luz que vem você,
a cor do amor é percebida.
Imagem perfeita,
ardentemente desejada,
que dos meus sonhos se faz real.
Certamente é você...
AMOR!

-Lenilce Azevedo-

terça-feira, 29 de julho de 2014

SÓ QUERO FALAR DE AMOR




SÓ QUERO FALAR DE AMOR

Eu só quero falar de amor,
do amor que não se cala,
do amor que verdadeiramente ama.
Quero falar de vida, 
de fantasias,
de super heróis.
Hoje, só quero falar de amor,
de um amor alegria,
que sorri por coisas simples.
Quero falar de sonhos,
de lindos sonhos para viver.
Só quero falar de amor, 
esse sentimento essencial,
que nos põe a flutuar, 
a acreditar em fadas e em duendes.
Só quero falar de flores,
das flores mais exóticas, 
com aromas mágicos, que nos embriagam na primavera.
Hoje, só quero falar de Luz, 
da Luz que vem de dentro e acende um olhar.
Quero falar de romance, 
que em noite de luar envolve os enamorados.
Falar de paixão que explode a alma e tira a razão.
Hoje, só quero falar de amor,
de carícias e beijos,
de toques e sedução.
Só quero hoje falar de emoção,
de sensibilidade e inspiração,
de alegria e poesia.
SÓ QUERO FALAR DE AMOR.

-Lenilce Azevedo-

 —

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Detalhes...




Detalhes...

Detalhes são retalhos
Dos detalhes que a
Vida me guardou

É aquele espelho
Do espelho que
Ficou do amor

A fragância do
Perfume que
Você me presenteou

A data do aniversário
Do calendário que
A data não mudou

Aquele olhos nos olhos
Que tantas vezes
Você me olhou

Das carícias e delícias
Que você fazia no amor
Que não passou

Do ciúme que sentia
Que o meu ciúme
Não atrapalhou

Esse momento de agora
Que outrora também
Insônia me causou

Ter você e você não
Se perder no outro você
Que você me deixou

Sem te ver e ter você
Porque em mim
Você se eternizou

Detalhes são Detalhes
Que ficou e não vai ter fim
Vai fazer você lembrar de mim.

Detalhes...

Marisa de Medeiros

quarta-feira, 23 de julho de 2014

ENFEITIÇADA



ENFEITIÇADA

Tocarei para ti melodias
divinais
com todas as rimas e acordes
e escreverei versos
qual partes harmonicas de
uma partitura musical.

Em cada estação farei poemas
e a cada primavera oferecerei
flores e canções
pra te alegrar
declamarei sonetos...
quero ver um sorriso a iluminar
teu rosto.

Me apaixonei...fui enfeitiçada
estou confusa
ansiosa
o amor me encontrou e é
a mesma estória de sempre
a sensação de tola...
seduzida pela paixão.

Não tenho dormido...
contando estrelas
vigiando
as noites e as madrugadas
para agarrar as manhãs
não deixar que
o tempo passe
e o sibilar do vento
leve essa porção mágica
dos meus sonhos para muito
longe num lugar no qual
nem sei se poderei encontrar-te!

Celina Vasques