segunda-feira, 21 de setembro de 2009

DEVOLVA-ME!


DEVOLVA-ME!

Devolva-me...
O riso contido,
pela saudade,
ao brilho dos
meus olhos,
que se ofuscou...
E toda a felicidade,
que com você levou.
Devolva-me...
As minha noites,
de sono profundo,
a magia que via
nesse mundo...
As estrelas do
meu céu anil...
Seja gentil!
Aproveita e devolva-me,
a chave do meu coração.
Valquiria Cordeiro