sexta-feira, 25 de setembro de 2009

SAUDADES DO QUE PASSOU


SAUDADES DO QUE PASSOU

Quero ser a tua lágrima,
para em teu rosto escorrer,
na tua pele penetrar
e do teu sabor me saciar.
Fechar os olhos e te ver
ansioso a me beijar,
ardente a me abraçar
e em teu colo me carregar.
Meu pescoço percorrer
com teus lábios a sugar,
minha orelha mordiscar
e teus braços a me enlaçar.
Nossos olhares se encararem,
nossos lábios se juntarem,
nossos corpos se amarem,
nossas almas se encontrarem.
Este imenso vazio...sonhar,
preciso me acostumar!

Amarilis Pazini Aires