domingo, 27 de setembro de 2009

UM BEIJO DE SAUDADE


UM BEIJO DE SAUDADE

Cá estou , frente ao mar
O vento a soprar meu rosto
Embaraça os meus cabelos
Enquanto a saudade beija-me,
Bem devagar!
O grito do mar
No quebrar das ondas
Soa como canção de ninar...
Chego a ouvir ao fundo
O som do sax
A acompanhar seu gritar...
Enquanto a saudade beija-me,
Bem devagar!
E uma lágrima escapole
No canto do meu olhar
E o destino desenha,
Novos caminhos no meu amar...
É o recomeçar...
Enquanto a saudade beija-me,
Bem devagar!

Rosane Oliveira