quinta-feira, 22 de outubro de 2009

AINDA ÉS...


AINDA ÉS...

Minha vida,
paixão errônea,
crime que cometi,
não te esqueço,
ainda és meu,
minha carne,
meu sangue,
minha saliva,
meu desejo...

És...tudo,
que eu tinha,
mas perdi,
não sei como,
a vida tirou-me,
a paixão consome,
a morte ronda...

Ciúme, desejo,
paixão,ardor,
teu sorriso enganador,
meu coração sofredor,
tudo baila numa ciranda,
a mesma do amor...

Ainda és,
meu desejo...
Minha doença e minha cura,
meu remédio,
meu veneno,
tuas palavras,
minha tortura,
teus gestos,
minha loucura...

Ando nas ruas,
à tua procura...
Te escondes, porém...
Minha paixão ,
mais louca, além,
me leva a sonhar...
E nessa vida, amor,
não vou mais te encontrar!

Stella Vives