domingo, 11 de outubro de 2009

AO MEU AMOR


AO MEU AMOR

Quero sonhar contigo,
Mas os sonhos escapam de minha mente
Como areia entre os dedos.
Quero agarrar o sol,
Mas ele se apaga
Como uma vela
Ao nascer do crepúsculo.
Quero seqüestrar as estrelas
Mas elas não se escondem
Perante as minhas ameaças.
Quero guardar a lua no seu coração
Mas ele, enciumado
Se nega a aceitá-la.
Quero encontrar um atalho
Que me leve até a ti
Mas, só encontro espinhos no caminho.
Quero sentir os seus lábios
A sua pele,
Enlouquecer-me em seus braços,
Guarnecer-me com a sua paixão.

Agamenon Troyan