sexta-feira, 2 de outubro de 2009

ENCONTRO E DESPEDIDA


ENCONTRO E DESPEDIDA

O tempo que separa,
também aproxima,
é sempre chegada
é sempre partida.
Uma viagem de trem,
entre e sai na estação,
o ata e desata de vagões
dizendo sim e dizendo não.
O burburinho das massas,
o adeus no portão,
o barulho da risada,
o brilho das lágrimas.
Um amor que nasce,
o encontrar dos corações,
o soluço que acaba,
com uma grande paixão.
É sempre o encontro,
É sempre chegada,
o brilho mais vivo,
e o melhor acontece.
É sempre partida,
na tempestiva saída,
do fim de um encontro,
palavras de adeus.

Betânia Uchoa