sábado, 17 de outubro de 2009

ESPERAR NOVO AMOR...


ESPERAR NOVO AMOR...

Embriagada de ilusão;
Lucidez na decepção
Emoção no coração;
Vou juntando os cacos,
Desbancando os trapos;
Rasgando retratos que acho;
Nas lembranças um traço;
Marcante nos passos,
Que não me acho,
Mergulho no mar de esperança;
Inspiração alcança meu caminhar;
Faz-me sonhar, rodopio no ar;
Que me leva a voar alto, vôo incerto;
Magia certa nas descobertas;
Nos labirintos do amor,
Um grito ecoou, me fazendo acordar;
Numa canção, esperar novo amor,
Falar no ouvido seu,
Não fui eu quem te perdi,
Foi você quem me perdeu.

Marisa de Medeiros