segunda-feira, 5 de outubro de 2009

MADRUGADA


MADRUGADA

Em meus pensamentos tua presença.
Tento conciliar o meu sono
Mas só tua imagem em meu pensamento.
Hoje, estamos distantes,
Rompemos nosso relacionamento.
Brigamos, nem lembro por que!
Perdemos a tranqüilidade num determinado momento.
Meu leito já não tem mais o mesmo calor
Tua ausência para mim é um tormento,
Minhas madrugadas são vazias.
Em meus devaneios
Lembranças dos teus carinhos,
Do teu corpo no meu em aconchego
E do brilho em teus olhinhos.
Trocamos lindos sonhos de amor,
Mas hoje, eu estou sozinho!
Volta amor da minha vida
Ocupa em meu leito o espaço vazio.

Eduardo A. Soares