segunda-feira, 16 de novembro de 2009

AMOR... QUE MARAVILHA!


AMOR... QUE MARAVILHA!

Os sentimentos são ímpares
Quando retratam grandes amores.
Trazem encantos e carinhos;
Até o vento suspira baixinho.

Circula com tamanha emoção
Faz gangorra do coração.
A ilusão em trampolim;
Saltita num mágico jardim!

A paixão do tamanho da roda gigante.
Diverte no carrossel do horizonte.
O parque belo e festivo.
E um amor pleno atrativo!

A cabeça balança na rede
De amar sente sede.
O interior é um enorme jardim.
Com escada, anjo e Serafim!

O amor chega e abraça
Brilham olhos, brinda com taça.
O inverno ou primavera a flor nasce.
Tudo em volta floresce!

Acorda para a vida que aventura.
O amor é do céu a formosura.
Conquiste e segure o amor que brilha.
A vida é um palco! Que maravilha!

Hortência Lopes