terça-feira, 10 de novembro de 2009

ESPERA


ESPERA

Mesmo que o tempo parasse
e meu coração entristecesse...
Estaria aqui a esperar por ti.
Mesmo que de tudo eu esquecesse
Apenas de ti me lembraria
Mesmo que tudo parecesse vazio
e sem vida...
Estarias aqui, dentro de mim.
Quando tudo deixasse de ser belo,
você tornaria tudo belo para mim.
Mesmo que meu coração chorasse de tristeza,
tua presença o encheria de alegria.
E mesmo que me perdesse em minha
caminhada,
tua lembrança me mostraria o caminho...
E continuaria à sua espera
por essa vida e por toda
a eternidade.

Lúcia Polonio