sexta-feira, 13 de novembro de 2009

SENTADA NAS ESTRÊLAS


SENTADA NAS ESTRÊLAS

Sem cessar, rola o meu pranto.
descabido...não tem hora,
atrevido...sem lugar,
está sempre a me lembrar.

Da dor que enfatiza,
esta alma sofrida e dolorida.

Os destroços espalhados
procurando o seu lugar
e lá vem você de novo
querendo me lembrar.

Quero o meu rosto secar,
permitir aos meus olhos brilhar
e um novo mundo encontrar.

Deixar o sol refletir
e os seus raios me colorir,
a lua a me abraçar
e encantada me deixar ficar...
sentada nas estrelas
olhando as ondas do mar.

AMARILIS PAZINI AIRES