quarta-feira, 4 de novembro de 2009

ÚNICA CERTEZA


ÚNICA CERTEZA

Vi você chorar e sequei minhas lágrimas
para não secar as tuas.
Jamais estive perto o bastante
para me afastar de ti.
Contornei a tua face e foi nosso toque
mais intimo.

No passar de vários equinócios
uma estrela me faltou ao longe ? Você.
Enquanto o sol circundava a terra,
tempo sem saber de ti,
não tivemos noticias de nós.

A lua nos viu,
poderia ter sido uma estrela,
e testemunhou nossos risos,
nossos beijos.

Pensei em me aproximar de ti,
mas você se foi...

Houve noites.
Houve homens.
Houve madrugadas embriagada.
Houve tristeza? solidão.

Ficando em mim apenas
Uma certeza a única:

Eu te amei...

Maria Flor