terça-feira, 15 de dezembro de 2009

DEIXE-ME CHORAR...


DEIXE-ME CHORAR...

Estou andando a ermo
desesperadamente perdida
sinto-me caminhando
em nuvens
desamparada
não consigo compreender o
que se passou.

Triste olho para o céu
cheio de estrelas
ficar longe de ti é ficar
ausente de mim mesma
Não demores a voltar...
Te espero...até quando, não sei...

Talvez o tempo cure minhas dores
e fiquem apenas as cicatrizes
não posso viver na solidão
não me ouves e teu nome eu grito
meu coração partido
chama por ti: meu sonho lindo!

Deixa-me chorar essas lágrimas
de dor...pedi para que o tempo
não passe...aqui estou a te esperar...

Maria Catherine