segunda-feira, 7 de dezembro de 2009


DESPEDIDA SILÊNCIOSA

Despedida que invade a alma, e traz lágrimas na face
O dia em que não quis acreditar que o fim seria possível.
Que mais longe estaria de seus braços,
Mais longe estaria de seus lábios,
De sua vida!
Despedida, um silêncio que tocou por um segundo meu coração
E de repente fez trágicas marcas em meu interior.
Por mais saudade que nunca cessa,
Pela vontade tentar mais uma vez...
para um dia seu corpo poder tocar
Seu cheiro sentir...
Suas mãos segurar...
E dizer mais uma vez te amo num olhar
Dizer que sinto muito pelo o que não aconteceu...
Mas que o amei acima de minhas próprias forças e de meu querer
Uma despedida, uma partida, um passo a frente e um Adeus
Voe amor, busque seu horizonte e seja feliz!
Despedida, morre estando vivo quem sabe a dor de uma despedida
E o carinho não suprido, uma carência jamais saciada
Traga entendimento ao meu coração!
Despedida, palavra cortante, triste por si mesma
E hoje em meu viver a sua imagem
Vai com minha despedida e a sombra em te apagar dentro de mim!

Adriana Leal