segunda-feira, 7 de dezembro de 2009


Meu sonho

Às vezes
nossos sonhos são
projeções dos desejos
que não conseguimos realizar.

Meu sonho findou. Desperto à noite
sentindo na escuridão meu coração chorar sozinho.
Pergunto a mim mesmo Onde está a luz
daqueles olhos azuis... Oh Deus, por que ela se foi

deixando a chama do nosso amor partir?
Abro os meus braços e ouço minha mente em silêncio
chamando seu nome... Agora, fico aqui
abraçando a sombra da sua presença.

Quem não tem doces sonhos na sua mente?
Meu sonho voa aos céus, qual uma pomba,
levando às estrelas a esperança do meu amor.

É triste. Perder um amor para sempre é triste,
como o sol que na chuva perde seu brilho.
Esqueço e me deito, procurando um novo sonho outra vez...

Inácio Dantas