quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

OLHANDO MEUS OLHOS


OLHANDO MEUS OLHOS

Não encontro há muito tempo
Um olhar que me enxergue por dentro,
Um tesouro que me conheça
A doce presença de um olhar intenso.

O amor insatisfeito não vê
A passagem do tempo
Ele se basta em momentos,
Cresce mais, distante do meu leito.

Passam os anos da vida
Meu calor se modifica
Tenho urgência do teu beijo
Não encontro paz distante
Dos teus desejos.

O amor é mágico, é eterno,
Brinca com nossa espera,
Esconde-se e aparece no
Doce encanto que nos enleva.

Enquanto teu olhar me olhar
Em festa, estarei feliz nos
Olhos e no meu corpo que te espera.

MÁRCIA ROCHA