terça-feira, 15 de dezembro de 2009


RESISTA

Não chores por favor
Não externe sua dor
Não deixe ele se achar
Para não te humilhar

Finge que está feliz
Represente; seja atriz
Alegre-se não fique triste
Faça de tudo, mas resiste.

Se por acaso ele aparecer
Não queira se esconder
Diga que já se sente bem
Até conheceu outro alguém.

Procure ser indiferente
Esconda esta dor latente
Que machuca seu peito
Disfarce de qualquer jeito.

Hoje quem sofre é você
Agonia de um amor perder
Amanhã ele pode sentir
O veneno que deu pra ti.

Ataíde Lemos