domingo, 10 de janeiro de 2010

Eterno...


Eterno...

Fico acordado só para ouvir teu respirar
Desejando perder-me em teus sonhos
Clarear meu noturno no brilho de teu sorriso
E viver uma eternidade inteira assim.

Cada momento a teu lado é um eterno sem fim
Meus olhos não querem nem piscar
Para não te perder um instante sequer.

E para sempre quero viver assim
Em tua cabeça perdendo meu juízo
Sentindo em meu peito teu coração bater.

E todo o sempre seria pouco...
Para caber todo esse amor

E todo o sempre seria pouco...
Para te dar todo o carinho que tenho guardado

E todo o sempre seria pouco...
Para matar toda minha fome de teus beijos

Faz de meus braços tua morada
Deixa tua pele sentir meu arrepio
Deixa meu coração bater no ritmo do teu

E todo o sempre seria pouco...
Para o silencio gritar os ecos de meu desejo

E todo o sempre seria pouco...
Para minha carne saciar-se de ti

E todo o sempre seria pouco...
Para o universo entender como é doce amar assim.

AlexSimas