domingo, 3 de janeiro de 2010

Quem sou eu?


Quem sou eu?

Quem sou eu?
Não consigo decifrar-me
Sou uma obra inacabada
a cada instante me percebo diferente
nos amigos reconheço um pouco de mim
nos amores as minhas metades!

Quando entro nas profundezas do meu eu
descubro coisas que eu não conhecia,
ou escondia
Cada mergulho, é como
se fosse um recomeço
volto quase inteira.

Adoro a natureza
Amo a paz.
Mas o amor
é o que mais me satisfaz
o amor a vida
as pessoas
a natureza
ao mundo
o amor a Deus
ao Ser Superior
que rege esse Universo!

Julia Telles