domingo, 14 de fevereiro de 2010


Amei-te e não percebi

Sempre esteve ao meu lado,
Mas era tão amigo de você
Que nem cheguei a perceber
Que em silêncio era amado.

Meus olhos não enxergaram
O quanto os teus brilhavam
Quando junto a mim estava
No brilho dizia que me amava.

Sempre minha amiga, companheira...
Teu sorriso, tua presença, teus afagos
Em tudo que fazia era uma maneira
De muitas vezes sentir meus abraços.

Você foi se afastando lentamente
Para que não percebesse sua saída
Pois sabia que sentiria sua partida
Por lhe ter como amiga presente.

Hoje imensa dor fico a amargar
Esteve tão perto e deixei escapar
Somente dei-me conta e descobri
Que te amei quando lhe perdi.

Ataíde Lemos