quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010


Apenas um amigo presente

Hoje, preciso de um amigo
Que saiba ser amigo...
Que possa entender
O que sinto de tão grande em meu ser...
Um amigo que escute tudo...

Que tenho pra dizer...
Que não pergunte nada...
Que não tenha resposta...
Hoje, desejo ter um amigo especial...
Um amigo presente...

Que olhe pra mim e simplesmente diga...
Estou aqui... um amigo que dê a certeza...
Que tudo logo vai passar...
Que mostre o caminho...

Que já não encontro sozinha...
Hoje, desejo e preciso
Urgentemente de um amigo... que não me olhe...
Que não me sinta... como mulher...
Um amigo simplesmente, infinitamente...

Que me escute...
Que não julgue meu comportamento...
Nem meu sofrimento
Hoje, senti um desejo enorme
Em ouvir a voz de um amigo...

Desejo e preciso urgentemente,
Mas não serve qualquer amigo...
Preciso infinitamente de você...
Meu grande amigo... só você entende...
Apenas você conhece... meus caminhos.

Mara Roubert