quarta-feira, 26 de maio de 2010

Apenas... Eu!


Apenas... Eu!

As estrelas não posso lhe dar...
Mas é todo seu o brilho de meu olhar!

Ao vento não posso me comparar...
Mas meu sopro de vida é inteiramente seu, minha Alma, meu caminhar!

Tal qual o sol, não possuo o mesmo calor...
Mas lhe aqueço a alma e o coração, com todo meu Amor!

Posso não conter a pureza da água cristalina,
Mas a minha Pureza de Ser, a minha integridade... Dedico a você, pela eternidade!

A magia da noite e todos os seus encantos também não alcanço...
Mas a minha Magia do Amor Delicado, tal qual a delicada noite, é sua!

Numa rosa, encontram-se espinhos também...
Prometo a você, que sentirá somente o meu perfume, e os ‘espinhos’ ficarão ausentes pra você!

Assim como um pássaro, talvez eu não seja tão livre...
Mas, em mim você terá a liberdade..
Prometo amar... Sem sufocar!

Em mim não está a perfeição da Natureza...
Nem tampouco a perfeição da Vida!
Mas...
A você, dedico o que há de melhor em mim.
Mesmo com defeitos, com erros, com medos...
O meu melhor?
Minha Verdade.
A verdade de ser quem eu sou:
Apenas Eu!

E na Grandeza do Universo...
Em todos os momentos...
Bons ou ruins...
Ao seu lado eu estarei.
Sendo apenas quem eu sou:
Um ‘Ser Humano’...
Apenas... Eu!

- Gênice Suavi -