terça-feira, 3 de agosto de 2010

DOS PEDAÇOS DE AMOR E SENTIMENTO


DOS PEDAÇOS DE AMOR E SENTIMENTO

Com os lápis coloridos eu desenho
Mil imagens de amor e sentimento
Cem histórias revividas de momentos
Desenhadas como puro passatempo

Rasgo todos, coloridos, mil desenhos
E os pedaços eu atiro para o vento
Nessa brisa, vendaval do sentimento,
Nada passa com o meu passar do tempo

E assim o amor e o sentimento...
Aos pedaços vão soprados pelo vento
Pelo mundo levam tudo que senti
Mas não levam toda dor desse momento

Adriano Hungaro