terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O beijo



Te faço um brinde,
juntemos as taças,
e em um só gole,
o formigamento
o encantamento,
vou sorver o ultimo
gole...
para do beijo beber.

E nesse suspense,
abrem-se abismos,
ante a emoção...
que voa solta,
por que bêbada fiquei
com este seu beijo.

Suspensa do chão,
a vida virou uma canção...
esse sentimento
é pura vibração...

o que era secreto...
se fez aparecer...

Betânia Uchôa