quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Grito de saudades


Grito de saudades

Que me amas sei bem, mas...
Minhas lágrimas você não verá
Minha dor você não sentirá
Minha fome de você não aplacará.

Meus dias irão lentamente passar
Minhas lágrimas irão secar
Minha dor vai se acabar
E a fome de você... o amor,

Ainda, assim, na distância
Na ausência, não acabará
Vou sair por aí, p´ra respirar.

Quem sabe em uma esquina eu,
Perca-te, esqueça-te encontre-me
Te encontre e grite... Te amo!!!!

Esquecendo de tudo, no mundo
P´ra ser feliz por instantes e
Arrepender-me por anos.

Mara Roubert