quinta-feira, 10 de março de 2011

Estrela cadente


Estrela cadente

Eu sou apenas uma estrela cadente
Que nas noites chuvosas e escuras
Adormece nos braços úmidos das nuvens.

Que acorda encantada com os raios do Sol
Raios que mais parecem uma bela poesia
Que aconchega a alma desta estrela vazia.

Que às vezes
Pede o colo das nuvens cinzentas e frias
Esperando ouvir uma música que a faça alegre
Quando sonolenta, escuta o barulho da chuva.

Sou apenas uma estrela cadente tristonha
Que se esforça aprender a viver e ser feliz
E assim, realizar os mais íntimos desejos
Das pessoas que como eu, são tristes e sós.

- Joe Luigi -