quinta-feira, 9 de junho de 2011

O nosso amor.



O nosso amor.

Teu coração falará por você,
também por mim;
na hora que você entender,
que o seu coração pode ver,
o brilho mais lindo que das estrelas;
dando licença para sua alma se soltar, libertar,
percebendo ai a leveza do ser,
sentindo a felicidade da liberdade,
dando asas à imaginação,
aprendendo a amar.

Ao sentir o vento te tocar,
um perfume envolvente vai dizer,
que é o cheiro de meu amor,
tocando você.

O céu azul te recebendo,
e muitas portas vão se abrindo;
entrando por todos os poros da sua alma,
esses sentimentos tão intensos,
que irão te mostrar o nosso amor flutuar.

Sejamos como lindas manhãs recebendo o sol,
como flores do jardim soltando perfumes.
Absolvamos as belezas as alegrias puras da vida;
e seremos como fontes de águas cristalinas,
a água pura do amor que tudo renovará.

Aprendamos com a natureza,
que presta suas riquezas belezas e amor.
Mas sejamos precavidos,
para nada desequilibrar,
a estrutura natural do nosso amor,
e nada poderá afetar a felicidade,
que o universo a nós nos presenteou.

Cláudio D. Borges.