quinta-feira, 29 de setembro de 2011

CERTAMENTE


CERTAMENTE

Se eu te dissesse
Da saudade que me atormentas
Quando estou longe de ti,
Certamente tu
Não acreditarias em mim.

Se eu te falasse
Das horas sem fim
Que penso em ti,
Desejando-te perto,
Sabendo-te que longe estou,
Certamente tu
Não acreditarias em mim...

Mas, se perto de ti eu dissesse
E falasse,
E te olhasse nos olhos,
E te apertasse nos meus braços,
Certamente tu
Acreditarias em mim...

Daez Savó