quarta-feira, 14 de setembro de 2011

A formação de um Todo!


A formação de um Todo!

O Supremo do Amor,
O Sublime da Sensibilidade...
Cada um,
Na sua Verdade!

Carinhos intensos e verdadeiros,
Almas que se misturam,
Formando uma só,
Sem perder a individualidade...
Mas...
É total a reciprocidade!

Sem espaço para pensamentos tristes, ausentes...
Dois inteiros,
Sempre presentes!

Para alguns, tamanho Amor, pode ser não compreendido.
Na sua pureza de Ser...
Apenas é:
Ser e sentir,
Deixando tudo fluir!

Dois Inteiros...
E não duas metades!
Sentimentos verdadeiros,
E não paradoxos da realidade!

Que se permitem voar nas Asas do Amor!
Embalados por suaves melodias.
Cantos que encantam,
Seja noite,
Seja dia...
Perfeita Sintonia!

A sintonia do bem querer,
Da ternura, do carinho,
Do desejo, do aconchego...
De apenas... Ser!

Amor maduro e consciente...
Sem maldades,
Somente... Verdades!

Presente, mesmo na ausência.
Perto, mesmo estando longe!
Por quê?
Porque são Dois Inteiros... Um Todo!
Verdadeiros!

Gênice Suavi.