terça-feira, 11 de outubro de 2011

ALGEMAS ABERTAS!...


ALGEMAS ABERTAS!...

Estava aprisionada
A um sentimento errado
Um amor sem sentido
Que jamais seria concretizado
Eram algemas de um falso amor
Que por mim era alimentado
Que me prediam os pés e as mãos
E por esta louca paixão
Quase perdi a razão
Agora estou livre
Das amarras que me prendiam a você
Não estou mais apaixonada
Abri as algemas da paixão desmedida
A qual também não era correspondida
E agora liberta, estou pronta
Para encontrar o amor por inteiro
Livre de todo sofrimento e dor
Amarei e serei amada
Sentirei cada emoção
Cada toque em minha alma
E no bater do meu coração
Saberei ter encontrado
Finalmente meu amor verdadeiro!...

Helena Lins