terça-feira, 4 de outubro de 2011

Escolhas do amor


Escolhas do amor

Por um breve momento imaginei você...
Não sei bem por que...
Veio à minha mente seu sorriso lindo,
Seu jeitinho de falar.

Suas mãos macias e quentes,
Seu toque suave em minhas mãos
Fechando por um breve momento os olhos
Ouvi sua voz, senti seu calor.

Por um momento, coloquei-me a pensar,
Nas artimanhas do amor...
Seria o amor algo pra se desejar?
Seria o amor algo pra se abominar?

Sendo o amor um sentimento lindo,
Tudo de mais puro em um ser...
Desejar o amor deveria ser algo fabuloso,
Não devia gerar dor.

Por um momento entendi que,
Não é o amor quem gera a dor
O que faz doer na verdade são nossas escolhas...
Erradas.

E... Como então não sofrer por amor,
Se as escolhas são inevitáveis?
A escolha é sua em amar,
Mas ser amado é escolha de outro desejar te amar.

Mara Roubert