quarta-feira, 2 de novembro de 2011

CAMINHOS


CAMINHOS

Na incessante busca pelo Amor Ideal
Trilhei caminhos, atravessei os mares
Fui de encontro a fantasias
Busquei em vales imaginários
O Ser perfeito...Amor magia.

Idealizando esse Ser perfeito
Homem honrado...
Príncipe encantado...
Um cavalheiro sem ter defeitos
Encontrei-me então, em um labirinto
Caminhos escuros, com absintos.

Sonhos desfeitos, feriram o peito
Extensos caminhos eu percorri
Caminhos largos e também estreitos
O Ser perfeito, não encontrei
Mas, o Amor Ideal...
Ah! Esse eu achei.

Rosana Ribeiro