sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Esperando tua alma


Esperando tua alma

No silêncio que me corta
Vejo o nascer do sol
E a lua indo embora
Atravesso dias e noites
Tentando entender
Como posso te amar tanto
Se eu tenho que te esquecer

Sua ausência em minha vida
Sua presença em meu espírito

Não sei qual foi o fim
Se não vivemos o principio
Você me olha com repulsa
E eu somente te contemplo
Você me manda ir embora
Minha alma te implora

Mesmo depois do teu desprezo
Eu fiz musica, poesia e poemas pra você
Mesmo depois da tua indiferença
Que me retalha, tudo que quero é te
Ver
Assim como tempo passa e o vento voa
Como o sol nasce em cada amanhecer
Eu sei, posso sentir, nunca eu irei esquecer

E se eu chegar a envelhecer será tua presença
Em minha a alma, que dá força pro meu coração
E se todos as noites eu chorar por tua falta
Não, não será em vão
E se todas as manhãs eu me lembrar de você
Será com carinho amor, e paixão
Porque enquanto minha alma respirar
Guardo-te em mim como precioso talismã

Bia L