quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Você consegue imaginar?


Você consegue imaginar?

Você consegue imaginar a verdadeira ternura?
Você consegue imaginar o máximo do romantismo?
Você consegue imaginar o Sublime Sentimento?
Você consegue imaginar a real presença do outro?
Você consegue imaginar a perfeita sintonia?
Você consegue imaginar a total reciprocidade?

Use de sensibilidade!
Use de sua verdade!
Use o máximo de seu Ser,
Use o máximo de você!

Você consegue imaginar a doce delicadeza?
Você consegue imaginar a ‘força mútua de um amor’?
Você consegue imaginar a total cumplicidade?
Você consegue imaginar a simplicidade de ser?
Você consegue imaginar o verdadeiro amor?
Você consegue imaginar o real Bem Querer?

Use de sua Essência!
Use de sua Alma!
Use de seu Espírito!
Use de sua Mente!

Não apenas imagine... Seja!
Não apenas sonhe... Faça!
Não apenas deseje... Sinta!
Não apenas espere... Busque!

Caminhe na Liberdade do Amor!
Caminhe na sua Liberdade de Ser!
Caminhe na real compreensão,
A compreensão do Valor do Sentimento!

Viva! Intensamente, cada momento!
Sorria! Chore!
Sinta!

Respire o Amor!
Seja o Amor!

Que tudo o que você ‘não consegue imaginar’,
Irá aparecer para você, quando menos você esperar...
Alguém como você, que reconhece e sente,
A verdadeira forma de alguém amar...

Então, tudo passará a Ser!
Tudo passará a Sentir!
E sua vida, naturalmente e em doce liberdade,
Irá fluir...

Gênice Suavi