segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Esse amor.


Esse amor.

Esse amor
poderia ter chegado bem mais cedo
no desabrochar do botão
do coração quando no início
a soltar o perfume da sedução
como pétalas abertas pra receber
o seu doce encanto enamorando-se
com a beleza juvenil
as cores exuberantes da juventude.

Esse amor poderia ter tocado
o instrumento mágico
como maestro de uma grande orquestra
a sinfonia certa para você
se aproximar olhar os meus olhos
ainda puros querendo experimentar
ter amar se apaixonar somente por você.

Esse amor poderia ter me dado o prazer
da minha primeira vez
sentir-me inteiro só para você
ser o único e nunca ter
pertencido para ninguém.

Esse amor poderia ter-nos presenteado
com uma única união estável
com muita lealdade amor e felicidade.

Esse amor sempre me fez sofrer
nunca pude te esquecer
veio tão tarde da sua parte
e por nunca ter te emocionado
não te fazer entender os meus sentimentos
que foram te mostrado no apogeu
da nossa relação.

Por que outros compromissos
e amores tomaram-me conta
não deixando nada pra você...

Cláudio Domingos Borges