quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Nada sei


Nada sei

Sei que te amo demais...

Nada sei.
Nem sei por que,
Te gosto tanto assim.
Observo a lua e as estrelas
Imagino teu rosto refletido
No brilho fulgurante delas

Nada sei.

Só sei, que te amo!
Muito mais, que eu queria amar.
Sei apenas que te busco, te caço
Em tudo ao meu redor...

Você está, no ar que eu respiro
Sinto teu cheiro, no perfume das flores
Tu és a melodia nas músicas que ouço
A intensidade da cor no azul do mar.

Nada sei.

Mas, sei que devo aceitar
Apesar de nada saber...
Sei que te amo demais!

Joe Luigi