domingo, 8 de janeiro de 2012

Se você quiser.


Se você quiser.

Se quiser
pode me encontrar:
aqui, agora,
em qualquer lugar.

O meu amor por você
resplende como um sol
de tão imenso que é,
você pode sentir o calor
que emano de mim
o pensamento que está
sempre em você,
uma chama que arde no horizonte
como um farol
a me mostrar para que me ache.

Sou no momento um sinal,
em cada esquina, cruzamentos,
em todas as avenidas,
haverá uma mensagem
um indicador para o seu coração.

As minhas imagens estão nas suas lembranças,
em cada presente, nos lugares
nas flores, nas cores nos perfumes,
em cada carinho;
quando dormires, fecharem
seus olhos, sonharem;
estou lá adormecido no seu eu,
no seu coração.

Se você quiser ativar a sua percepção,
estarei a sua disposição,
basta me procurar que eu nunca sai de você,
moro no seu coração,
basta querer me enxergar.
Se você quiser?

Cláudio Domingos Borges.