quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

ULTRAPASSANDO AS PONTES



ULTRAPASSANDO AS PONTES

Ja sonhei sonhos que pensei que eram reais
Ja vivi amores que jurei que fossem para sempre
Ja tive coisas que achei que seriam para sempre minhas

HOJE CRESCI…

E faço dos meus sonhos realidade
Mesmo sabendo que de alguns
Tenho que acordar

Vivo em cada amor uma eternidade
Mesmo sabendo que amores vem e vão
E o amor de hoje , amanhã pode adormecer

Tenho as coisas! Mas nunca deixarei que elas me possuam
Nem dou a minha alma por algo que amanhã pode sumir
Penso:Que valor real tera isso para mim daqui a 100 anos?

PERDI O MEDO DE PERDER…
Pela felicidade de me achar
A cada dia que nasce

Victtoria Rossini