segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Deixa-me aqui amor

Deixa-me aqui amor

Deixa-me aqui amor, apenas procurando
O instante perfeito e que eu assim fique.
Com o coração leve, feliz e imaginando,
Uma razão para esse amor, que o justifique.

Deixa-me aqui amor, e busquemos
Esse instante, que o destino assim decreta,
O elo para juntar toda a história que trazemos
Sem retocarmos um fio, ou as arestas.

Pois que sejamos simplesmente água e fogo
Juntando nossa pele, em nossa paixão.
O amor prazeroso dos que amam, satisfação.

Deixa-me aqui amor, pelo som que clamam
Nossas bocas pelo voo em sua exaustão,
Do céu a terra, caindo devagar até o chão.

Betânia Uchôa