quarta-feira, 7 de março de 2012

MENINA, MULHER, FADA OU FEITICEIRA?

MENINA, MULHER, FADA OU FEITICEIRA?

Sou mulher, sou menina, sou fada ou feiticeira?
Posso também não ser nada dessa maneira...
Mas sei que sou amante da vida,
Além de ser muito faceira.

Sou quase sempre bem humorada.
Amo a vida, amo viver, sou uma eterna apaixonada.
Sou filha, irmã, mulher imprevisível,
Amiga, confidente e companheira sensível.

Não quero mostrar quem sou na verdade,
Prefiro ser incógnita, ser curiosidade.
Sou mistério, sou uma fada da sua imaginação...
Sou tudo ou nada, mas sou muita emoção.

Não sou uma fada encantada,
Posso até não ser nada...
Mas de uma coisa eu sei, com toda certeza:
Que por você me encantei e agora serei uma eterna enamorada.

Que bom que a vida é repleta de surpresas e fantasias,
De dores e alegrias,
Onde tudo pode de repente acontecer...
Então serei sua fada encantada, serei tudo ou nada,
Só você poderá essa história escrever.

Posso ser uma figura angelical,
Anjo menina disfarçada,
A brincar com os seus pensamentos...
Mexendo com seu coração,
Que se esquece de ouvir a razão escutando somente os sentimentos.

Posso surgir do céu, com asas ou num carrossel,
Pois sou menina-anjo e fada...
Trarei pra você doçura, afeto e ternura,
Porque posso ser AMOR, SENSIBILIDADE e CANDURA,
Mas posso ser sua FELICIDADE!

Quem SOU EU?
AH... Isso você poderá decifrar,
Quando em meu mundo encantado,
Conseguires entrar.

(L.M.T)