segunda-feira, 14 de maio de 2012

Lágrimas da lua...

Lágrimas da lua...

"E a lua chorou...
Há tempos que não via...Seu amor
Todos a viam...Linda...Prateada...Cheia
Mas eram as estrelas...Que lhe davam cor...
Quando no horizonte...Se escondia
Lágrimas brotavam da lua
... Sua luz procurava...
Aquele que numa eclipse...
A tornaria realmente plena...
Cheia de magia...
Aquele que a faria de verdade
A lua dos amantes...
A lua dos apaixonados
Porque quando a lua era amada...
Mesmo que por breves instantes
Seu brilho era tamanho...
Que todo céu aplaudia...
E o firmamento se transformava...
Em vesros de uma poesia..."

- Dina Isserlin -