segunda-feira, 21 de maio de 2012

Predestinada...


  Predestinada...

Vim ao mundo por ti...
me tire teu ar
me tatue na tua pele
e nos teus vôos
embriagados
me leve...

Porque somente em ti, vivo
calada respiro
e danço...
Em teus cabelos
balanço...
E nas tuas veias
escorro...


Minha boca te canta
e te embala
num sorriso pleno
como o céu
que numa nuvem desce
e numa luz imensa
explode...
resplandece...

Meus olhos te gritam
em sons cheios
de breves promessas
e se alagam
em ver-te
reviram felizes
num infinito verde

Meu cheiro te persegue
em aromas singelos
buscando restos
de ares respirados
ilusões minhas
crescendo
em pulmões
sagrados

Busque em mim
tudo que queres
e navegue
em meus sonhos
que existem
somente para os teus
e dormem tranquilos
em tuas caixas
cheios de sins
eternamente aladas

Nos rastros teus
aguardo como pérola
que ainda não existe
sem concha aberta
sem sol na sacada
repleta de esperança
Uma Alma que se doa
equalizada...

E no sótão
da minha existência
continuo plantando
tuas flores
serei água
que ferve em teus caminhos
e o bálsamo doce
de tuas dores

Porque vim ao mundo
por ti...

Ka Santos