quinta-feira, 6 de setembro de 2012

...A LAGARTA E A BORBOLETA...

...A LAGARTA E A BORBOLETA...

A vida em prosa e versos exibe a sua beleza, sem aderir à vaidade exterior, em nome da venustidade interior aprendeu a ser subversiva, para trilhar essa estrada humildemente, mesmo encontrando pedras e espinhos, soube simplificar cada detalhe para romper tais obstáculos, a cada rastro soube desenvolver artifícios para lograr os predadores dessa lida, em busca da paz interior soube fugir dos tormentos, ao se encasular e refletir em seu primeiro passo até chegar ao cume dessa extensa vereda, abraçou o silencio e na dormência de teu corpo, os sonhos foram transformando a sua realidade, asas lhe foram premiada, e a cada sorriso foi banhada pelo belo arco-irís, por valorizar cada lagrima rasteiras fez luzir a sua estrela, e com o brilho do seu sol, raia a harmonia por todo ambiente e na singeleza das flores deixa fluir toda a sua essência, para que a beleza da lagarta seja enxergada com a razão, pois a mais linda borboleta está na face interior de cada coração....

- Jair Lisboa -