sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Poema Perfeito


Poema Perfeito

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que te falam de amor,
cheios de luz e calor.
Desses que te alegram os olhos,
cheio de beijos e louvor.

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que te falam de amizade,
que trazemos de anos passados,
e também do presente.
Desses te que falam de trabalho,
do entusiásmo de nós cidadãos.

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que te falam de luminosidade,
de solidariedade e sem tanta melancolia.

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que te façam feliz,
e tornam outras mais felizes ainda.
Desses que te falam de otimismo, bondade
e da criação divina.

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que te falam de paixão, louca e arrebatadora.
Desses que te doem ao ler.
Essa dor, sem ser dor.
Desses que te fazem querer uma paixão igual.
Igual assim para você.

Quero escrever um poema perfeito.
Um poema de amor
amor possível, impossível,
simplesmente amor.
Desses que te falam do amor do poeta.
Da dor do poeta,
e ao ler, você sinta a mesma dor.

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que a cada linha te pareça um oásis,
no deserto de seus sentimentos.
A carícia que procura.

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que te trazem lágrimas aos olhos.
Que te levem a minha emoção,
ao encontro da sua emoção.

Quero escrever um poema perfeito.
Desses que depois que o lemos,
se tornam parte de nós.
Desses que te contam segredos meus,
que se tornam seus segredos,
nossos segredos.

Quero escrever o poema perfeito.
Desses que te contam a minha estória,
mas que também é a sua estória.
Pois este é o poema perfeito.
 
- Betânia Uchôa -