quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Sou Assim

Sou Assim

Meio anjo, meio gente,
alegre ou descontente;
à procura de respostas
para perguntas complexas
ou idiotas.

Sei que tenho bons olhos:
amo o belo que se oferece,
natural ou na arte dos Mestres.

Viver é o melhor presente
da Criação Onisciente.

Mas há momentos
em que o anjo perde uma asa,
perturbado com algumas ciladas
servidas com aborrecimento:
destempero questionado
com certo grau de lamento.

Logo me reconforto:
nem tudo é cor-de-rosa,
e azul é o firmamento.
Nele mergulho sem medo
tingindo sonhos e pensamentos.

rosangelaSgoldoni