sábado, 16 de março de 2013

" Encontrei uma lágrima:



" Encontrei uma lágrima:

Na falta que
uma linha sente,
pela tinta contínua,
borrando com letras,
o papel...

Na falta de silêncio,
que a caneta traça
cada traço do sentimento
sentido na poesia

Na falta de compasso,
entre um rima e outra,
na estremidade do verso;

No vazio profundo,
entre um sentido e outro
arrancado, lapidado
buscando perfeição...

No vão entre as horas,
entre levar e trazer,
desfilando toda uma filosofia
de como é simplismente viver...

No silêncio que me pedes,
em tua prece silenciosa,
esperando apenas,
um segundo de pensamento,
até chegar ao fim da linha.

Para então absorver,
toda a tristeza da face triste,
e um sorriso, de apenas aceitação,
pela folha terminada."

Betânia Uchôa