segunda-feira, 11 de março de 2013

Rimas Íntimas


Rimas Íntimas

Em versos

abertos

perdidos

repletos de gritos

surgi...

E senti

por fim

que vivo

embalada

nos sonhos

secretos

que nas rimas

absorvo...

Porque poesia

não fala

docemente cala

engole o poeta

em suas letras

tingindo os corações

deixando as mentes

trêmulas...

É sentimento

indecente

que transforma

e silencia

retocando as cores

enchendo de vida

calmas linhas...

E assim

rabisco meus medos

que nascidos de prosa

teimam...

lindos sonhos

permeiam...

São fachos de luz

que se abrem

em flores alvas

escorrem em vigas

revivem as feridas

e maravilhosamente

explode a alma...

Essa poesia

íntimo encanto

em mim navega

e por fim existo

e ressurjo

nela...

 Ka Santos