terça-feira, 30 de abril de 2013

*****

 
 
Porque hoje que cobres o rosto
conheço-te infinitamente melhor
do que quando me mostravas o teu melhor sorriso

Porque hoje no teu maior silêncio
sei que me gritas com toda a força da tua alma
porque esperas que te ouça
que entenda o teu olhar
que perdoe a tua indiferença
que maldiga a própria vida
que rogue pragas ao destino
que nos fez conhecer
e tão logo nos afastou

Porque hoje, que cobres a saudade
com o manto indisfarçável da ternura
que te beija as mãos,
eu sei que me queres
que sempre me quiseste
Apenas és um trono seco e murcho
agarrado à réstea de raiz
que ainda te prende ao chão

Porque hoje se tivesses asas tu voarias
e seria no meu ombro que poisarias
e seria no meu colo que sossegarias

Porque hoje seria o nosso dia
se o resto dos outros dias não fossem
a nossa desdita tão aos ventos anunciada
e tão por nós renegada!...

- são reis -