sábado, 20 de abril de 2013

RASTRO ANGUSTIADO



RASTRO ANGUSTIADO

As nuvens baixam e escurecem
todo o vale, ao amanhecer
trazem na imagem a tristeza
da angustia que está a me preencher.

Encobrem a extensão esverdeada
das montanhas enfileiradas
que salpicadas de lágrimas
vertem a mágoa em enxurrada.

Transbordam as emoções
deste coração melindrado
tal qual a chuva que invade
em pranto meus olhos vertem as saudades.

A cada lugar em que passo
deixo um rastro angustiado
pocurando na nova imagem
apagar este amor acabado.

Disformo a lembrança guardada
que trago no fundo da alma
deixo esvair como fumaça
a certeza da imagem renovada.

AMARILIS PAZINI AIRES